Quais os tipos ideais de empresas para um coworking?

Os espaços compartilhados são uma tendência no mundo todo, porque esses locais representam uma forma prática e econômica para o trabalho e receber clientes – e diversos são os tipos de empresas para um coworking.

Dados mostram que, hoje em dia, mais de cem países contam com escritórios compartilhados, e, no Brasil há mais de oitocentos deles espalhados por diversas cidades, de acordo com informações do Censo Coworking Brasil.

Os ambientes estão preparados para receber os mais variados perfis de trabalhadores. Continue a leitura e veja exemplos ideais de empresas para um coworking.

Vantagens do Coworking

Quem opta por esse serviço se beneficia com a praticidade da contratação, baixo investimento e uma estrutura confortável para realizar as atividades diárias.

Essa solução é excelente para empreendedores que estão no início do negócio e também para pequenas empresas que buscam reduzir os custos sem afetar a produtividade e os resultados da equipe. Como o espaço é coletivo, a locação se torna bastante vantajosa, já que reduz os gastos com água, luz, internet, entre outras despesas.

A estrutura dos ambientes é mais um fator positivo, pois eles contam com estações de trabalho equipadas com móveis ergonômicos, iluminação eficiente, salas individuais e para reunião, tornando o local apto para atender às necessidades dos profissionais.

Modelos ideais de empresas para um coworking

O coworking recebe trabalhadores de inúmeras áreas, sendo útil para diversos modelos de negócio. No entanto, para se beneficiar desse estilo de escritório, é importante que a empresa seja flexível para se adaptar a uma nova rotina.

O ambiente compartilhado é bastante positivo para o networking com profissionais de outras áreas, contudo, pode ser um pouco prejudicial para pessoas que precisam de um ambiente mais silencioso, por exemplo. Para satisfazer esse público, alguns coworkings já contam com salas isoladas para atender equipes maiores, garantindo privacidade para as atividades.

Os profissionais freelancers e as micro e pequenas empresas são os principais usuários do serviço. Veja abaixo alguns ramos de atuação:

Publicidade

As agências de publicidade são conhecidas pelo ambiente descontraído dentro das salas de trabalho, além disso, a troca de experiências e ideias, geralmente, é bastante positiva para a equipe. Por isso, elas têm as características ideais de empresas para um coworking.

Consultorias e empresas de tecnologia

As empresas de tecnologia e as consultorias de segmentos diversos, tais como gestão de pessoas e coaching, se beneficiam do contato com outros profissionais e utilizam o local para desenvolver projetos, realizar reuniões, etc.

Marketing e eventos

Entre os tipos de empresas para um coworking estão aquelas que trabalham com marketing e eventos, pois elas encontram nos ambientes compartilhados a possibilidade de reduzir os custos do negócio sem prejudicar o desempenho nas atividades. No escritório, é possível realizar orçamentos, entrar em contato com fornecedores, fazer reuniões com clientes, entre outras tarefas.

Empresas de fotografia

Fotógrafos de casamento, de eventos e de publicidades também podem utilizar os escritórios compartilhados. Os locais não contam com estúdios, mas são ótimas alternativas para fazer reuniões com clientes, editar e tratar imagens, diagramar álbuns, elaborar contratos, etc.

Produtoras de vídeo

Geralmente, os profissionais dessa área trabalham em horários variados, indo além do período comercial, por isso, os espaços de coworking são uma boa opção já que muitos locais possuem horário de funcionamento flexível.

Advocacia

Embora a área seja bastante tradicional, hoje em dia, muitos advogados utilizam as estruturas compartilhadas para realizar suas atividades.

Startups

Empresas que estão no início das atividades se beneficiam — e muito — com um escritório compartilhado. Um dos motivos é que, assim, elas não precisam arcar com os custos de mobília, e, além disso, o valor de um coworking é mais atrativo do que o aluguel de uma sala comercial.

Outra vantagem é que o ambiente está preparado para receber a equipe conforme ela for aumentando, dessa forma, a startup não precisa mudar de lugar com o crescimento do negócio.

Empresas de arquitetura

A arquitetura é mais um dos segmentos presentes nos escritórios coletivos. Neles, os profissionais podem receber clientes e realizar tarefas diárias, como a elaboração de projetos e plantas, design de interiores, etc.

Independentemente de qual for a área de atuação, os tipos de empresas para um coworking são aquelas que buscam um ambiente diversificado, bem localizado e que ofereça um bom custo-benefício para alavancar os resultados do negócio.

E então, acredita que o seu negócio possa se beneficiar sendo mais uma das empresas para um coworkig? Conheça o Spark e descubra as vantagens de ter seu escritório no Tatuapé. Até a próxima!

Post Your Thoughts

Related Posts
7 dúvidas sobre coworking mais frequentes

7 dúvidas sobre coworking mais frequentes

Hoje, os escritórios compartilhados fazem parte da rotina de muitas pessoas, no entanto, as dúvidas…

Como funciona um Coworking?

Como funciona um Coworking?

Coworking (ou Co-working) é uma prática que surgiu nos Estados Unidos em 2005, quando o…

Como aumentar o seu networking?

Como aumentar o seu networking?

“Você colhe aquilo que planta”, ou, então, “Diga com quem andas que te direi quem…

Close

Solicite uma visita

Visite nosso espaço de coworking. Por favor, preencha o formulário e nosso gerente operacional entrará em contato.

Você receberá um e-mail de confirmação assim que clicar em enviar. Caso contrário, verifique a pasta de spam e marque o e-mail como seguro.